O feminismo mudou nossa maneira de fazer sexo

Flavia Flavinha O feminismo mudou nossa maneira de fazer sexo
28 Aug 2019 BLOG_NUM_COMMENTS

blogs_image_post_detail

É provável que você já tenha esbarrado em algum meme que tire uma onda com a falta de capacidade dos homens em achar o clitóris. O sentimento geral ao trocar ideia com mulheres jovens é que a descoberta do próprio corpo e prazer trouxe uma mudança na dinâmica do sexo hétero nos últimos anos. Parar de fingir orgasmo pro cara saber que mete mal é unanimidade entre as minas com as quais conversei pra escrever este texto.

Segundo a psicanalista e escritora Regina Navarro Lins, essa mudança é lenta e gradual por conta do sistema patriarcal, que está aí há cinco mil anos e definiu muito bem o papel do homem e da mulher na sociedade: “O feminismo está fazendo com que a mulher possa ser mais espontânea. No sexo em si, acredito que cada vez mais a mulher busque o seu próprio prazer", disse à VICE.


A real é que ser uma mulher hétero feminista sexualmente ativa tem sido difícil pra caramba. A gente sabe o que quer e o que merece no sexo e nas relações, mas também sabemos perfeitamente qual a visão do "homem hétero padrão" por sentir e presenciar o machismo em tantas formas ao longo da vida. Construir relações héteros com simetria é um esforço gigante que não tem resultado se vier de um lado só.

Publicidad
Publicidad